"Você ora quando está aflito ou precisa de algo; mas também poderia orar na plenitude de sua alegria e em seus dias de abundância." Khalil Gibran

"Eu amarei a luz porque me mostra o caminho, mas eu vou suportar a escuridão porque me mostra as estrelas" Og Mandino

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Hamilton Gomes do RESGATE abre o jogo para o Ebenézer Online! Confira



Falar da Banda Resgate é falar um pouco da história do Rock Gospel Nacional. Formada há mais de 20 anos por dois amigos crentes e “loucos” por rock n roll, Zé Bruno (vocal) e Hamilton Gomes (guitarras), o Resgate já enfrentou várias dificuldades, mas sempre com o Norte ligado nas promessas do Senhor, a banda hoje é uma das principais influências no meio musical gospel.
Levando em conta a importância do grupo, seus sucessos, anos de estrada e muita história pra contar, o blog Ebenézer Online bateu um papo gostoso com o guitarrista Hamilton que contou detalhes sobre o novo trabalho, planos futuros, comédias, o modo como o evangelho é tratado hoje em dia e muito mais. Agora é só conferir e se deliciar com “Jesus is life
Jesus is real… Jesus for yoou oouu oouu”. Boa leitura.
Jesus for you
EO – Falar de RESGATE é falar do rock gospel nacional. Então diz aí, como foi que tudo começou?
A banda começou porque eu e o Ze Bruno estudávamos guitarra com o mesmo cara, o Edson Guidetti, que foi produtor dos nossos dois primeiros álbuns. Nós íamos para a Igreja que fáziamos parte ensair e tocar juntos. Um dia o Ze mostrou uma música. Era o hard rock “EU PASSEI” ,que está no repertório do 1o LP. A coisa começou a  andar e perguntei se ele queria montar uma banda de Heavy Metal, tipo Stryper. E o desejo dele era o mesmo. Não tínhamos muitas opções de escolha para outros participantes. Eu conhecia o Marcelo, pois tocava baixo em outra banda da igreja junto comigo e o Jorge era o baterista mais próximo. No primeiro ensaio só houve uma colocação do Zé : que a banda não seria de Heavy Metal, mas de rock ´roll. Todos acharam melhor e ai…
EO – O lado engraçado da banda é percebido em muitas das músicas compostas pela banda. Vocês já foram mal interpretados por serem assim, cômicos? Tem algum fato muito extremo?
Não me lembro de nada mais extremo. Somos assim mesmo, brincamos o tempo todo conosco e com os outros. Aliás, acho o evangelho atual muito duro e pesado. Ser de Jesus é ser santo e ter as convicções que o mundo não tem, mas não significa ser feio, chato, careta, ranzinza, nada disso. Ter Jesus é ter a vida abundante em você. Então, vamos lá. Todos felizes.
EO – Quem são as principais referências musicais do RESGATE?
O Resgate é uma banda de Rock´n Roll, nada além disso. Tudo que está dentro desse estilo musical nos atrai. Ouvimos e continuamos ouvindo de tudo dentro do rock, preferencialmente aquele que tem suas raízes nos anos 70. Acho isso essencial para quem quer fazer uma música de qualidade. Saber o que está fazendo. Isso se chama: referencia. Se quero fazer rock, e usa-lo como instrumento de evangelismo, tenho que fazer o melhor rock que existe, ou pelo menos tentar isso. É fundamental ter a linguagem que me proponho a fazer. Qual o som que a guitarra deve ter, qual frase devo colocar, qual amplificador devo usar, o som de bateria, os teclados. Tudo tem que ser ambientado no rock. Assim é que fazemos, e parece que tem dado certo.
EO – Na nova música de trabalho da Banda “Jack, Joe And Nancy…” tem uma jogada de mestre muito interessante. Afinal de contas, de quem foi a ideia da “cacofonia induzida”? O que o público tem achado do resultado?
Esse crédito é todo do Zé Bruno. Ele tem uma criatividade incrível e trabalhar com ele é demais. Ele estava ao telefone e anotava em um papel palavras sem sentido. Sabe o que é isso né? Todo mundo faz. Então ele escreveu uma palavra em inglês e depois a leu em portugus. Veio a idéia e o “estrago” tava feito.
Essa música ganhou um peso muito grande depois do lançamento do cd e do clipe. Nem achávamos que iria ser uma música daquelas que faz muito barulho, mas estávamos enganados. A galera gostou demais e tem pedido nos shows.
EO – Ainda sobre “Jack, Joe And Nancy…” A música lembre, e muito, Good Company de Brian May (QUEEN), no disco A Night At The Opera. A intenção foi essa mesmo? Quanto de QUEEN e artistas seculares têm no novo disco?
Bem, não fazemos músicas dizendo: – Vamos fazer uma música como aquela!!! Elas são fruto de nosso conteúdo musical, que está baseado naquilo que eu disse acima. A música em questão carrega isso, um solo a lá Brian May, que foi feito pelo Zé com 18 vozes de guitarras gravadas na casa dele e que muitos nem percebem do se trata, e outros detalhes que fazem dela uma ótima música.
EO – “Eu continuo de Pé”, “Até eu Envelhecer” e “Ainda não é o último” são os últimos trabalhos em estúdio da banda. Dá um ar de tensão e medo do RESGATE em se perder por aí… Algo como: Eu continuo de pé porque ainda não é o último (disco) e vou cantar até eu envelhecer. Existe esse medo?
Não. O título “Eu continuo de pé” veio de uma música que está nesse cd,  “Até eu Envelhecer” também vem de uma frase da música “Passo a Passo” . O único título que foi dado intencionalmente foi “Ainda não é o último” porque queríamos afirmar nosso desejo de tocar por muito tempo. È isso que amamos fazer e queremos fazer até quando não der mais, quem sabe muitos anos pela frente.
EO – O Resgate foi um dos primeiros artistas do meio gospel a ser contratado pela SONY MUSIC. Isso deu um novo fôlego à banda?
Sim, sem dúvida. Não tínhamos uma gravadora e a Sony Music Gospel através do Mauricio Soares nos chamoû para essa parceria e o resutado foi uma exposição que nunca tivemos em nossa trajetória. Estamos felizes com tudo isso.
EO – Lembro-me de um show do Resgate junto com o Oficina G3. Talvez o show mais divertido que muitos jovens já participaram. É sempre aquele pique e aquele humor todo?
Temos essa caracteristica. Somos alegres e felizes.
EO – O que os jovens de hoje estão precisando para ter um encontro mais sincero com o Senhor. Existe espaço e apoio nas igrejas para a Mocidade hj em dia?
O jovem tem suas necessidades e dificuldades que são bem particulares dessa fase.Sei que não é fácil ter que enfrentar esse mundo com suas tentações, mas Jesus nos dá direção em todas as coisas. A Igreja deve se esforçar para ajudar o jovem a não se perder. Isso inclue a linguagem, a forma, as ferramentas que devem ser usadas para atende-lo. E a moçada deve fazer sua opção por Jesus, pois o tempo passa, ninguem fica com 18 anos mais do que 1 ano, então é preciso semear certo para não colher uma vida destruída no futuro.
EO – Na tua opinião, qual o futuro da Igreja Evangélica do Brasil? Fala-se muito em expandir o leque: aceitação de homossexuais assumidos, Crente não-praticante, entrada de ímpios sem conversão total, crente que fuma, bebe… O que você acha desse prognóstico?
A igreja é o Corpo de Cristo na terra. Não acho que devemos nos espantar com essas possibilidades, pois o próprio crescimento do evangelho trás consequencias como essas. Veja por exemplo o que acontece nos EUA. Um país que tem em suas raízes e em sua cultura o evangelho de Jesus e o que vemos hoje são todas essas práticas que vc citou. Mas a Igreja sempre estará viva. Digo a verdadeira igreja. Aquela que anuncia Jesus Cristo como Senhor e Salvador, aquela que prega os fundamentos da Biblia, aquela que valoriza mais o homem do que outras coisas. Ela sempre estará viva. Essas deformações são fruto do seu próprio crescimento, da ação diabólica de Satanás para iludir pessoas e ainda do desejo de muito em satisfazerem sua carne oficializando tais práticas e deformações.

















EO – A banda chega a 2011 com 20 anos do lançamento do primeiro disco. Rock da Vovó ainda é uma grande pedida nos shows? O que você vê quando olha pra trás? E olhando pra frente?
Bem, olhando pra trás eu me sinto feliz e realizado. Não montamos a banda para outra coisa a não ser pregar e falar de Jesus e temos feito isso. Muitas vezes com dificuldades imensas, mas continuamos tocando. Olhando pra frente eu vejo coisas muito boas. A banda vai tocar mais, gravar mais, entrar em lugares que nunca entrou. Enfim, estou em paz e sei que Deus nos guardou até aqui e vai continuar no orientando e dirigindo.
EO – Deixe um recado para os admiradores da BANDA RESGATE que acessam o blog EBENEZER ONLINE.
Precisamos de sua oração, sempre.
Nos ajude na divulgação do trabalho da banda, temos muito a crescer, muitas pessoas ainda não conhecem nosso som e o boca a boca é fundamental.
E por último: Olhe sempre para Jesus. Se nossa música te ajudou, estimulou, falou com o seu coração, enfim se algo algo de bom aconteceu com voce através do Resgate. Saiba que Jesus fez isso! Um dia o Resgate vai acabar, mas Jesus não. Fique de olho N´ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...